Zonas Húmidas de Portugal

As zonas húmidas são zonas que geralmente têm uma vasta biodiversidade, tanto de plantas como de seres aquáticos.

São zonas húmidas, por exemplo:os sapais, charcos, pantanos, paul e turfas ou águas, que podem ser naturais, artificiais, temporárias ou permanentes.

Terra húmida no condado de Marshall, Indiana

As zonas húmidas podem ser vistas como zonas de transição entre um rio ou um oceano e o ambiente terrestre.

 

Espécies

As zonas húmidas são importantes áreas para o ecoturismo devido ao seu fácil acesso e à sua extrema biodiversidade.

Embora possuam, na maior parte das vezes as suas próprias espécies (Ex. Árvore do matagal ou o caniço), em zonas de húmidas de água doce, as espécies são, na maior parte animais aquáticos que são próprios dos ecossitemas circundantes.

As aves, os pelicanos, os flamingos, as garças e as águias são algumas das espécies caracteristicas das zonas húmidas. Elas alimentam-se de peixes e de outros animais aquáticos que nelas vivem.

Várias espécies de mamíferos utilizam as zonas húmidas para se alimentarem das frutas ou vegetais que ali nascem e também de outros pequenos animais. Também utilizam as zonas húmidas como “o local para banhos”e ,no caso de animais de maior porte, aquele também poderá ser um dos locais onde venham a beber água.

As zonas húmidas são importantes áreas para o ecoturismo devido ao seu fácil acesso e à sua extrema biodiversidade.

 

Conservação

Muitas zonas húmidas foram consideradas ”de importância internacional” (devido à Convenção de Ramsar ou “Convenção sobre as Zonas Húmidas de Importância Internacional, especialmente enquanto «Habitat» de Aves Aquáticas”, que foi assinada a 2 de Fevereiro de 1971), fazendo com que os países que as albergam sejam obrigados a promover o seu estudo e conservação.

Uma das prioridades ditas na Estratégia Nacional de Conservação da Natureza e Biodiversidade, (aprovada em 2001) é a conservação das zonas húmidas em Portugal. Porém, as zonas húmidas portuguesas encontram-se em risco porque o nosso país não cumpriu as obrigações estabelecidas na assinatura da convenção, assinada em 1980, relacionadas com a preservação destes ecossistemas. Por causa deste elevado risco, é urgente que sejam tomadas medidas concretas para a sua protecção, tais como a divulgação e a sensibilização sobre os benefícios da preservação destas zonas e das leis que a elas estão associadas.

Devido ao avanço dos conhecimentos acerca do papel que estes ecossistemas representam e da sua responsabilidade ambiental muitos países tem legislação específica para a sua conservação.

 

 

Zonas húmidas protegidas em Portugal

As zonas húmidas protegidas em Portugal são:

 

O Parque Nacional  

 

O Parque Natural

 

A Reserva Natural

 

O monumento Natural

 

A Paisagem Protegida

 

Sabia?

  • Por suportarem um grande volume de água, as zonas húmidas conseguem controlar as cheias.
  • Muitas das espécies da zonas húmidas, principalmente as plantas podem ser utilizadas pelo homem de forma sustentável, obtendo assim valor económico.
  • Os mangais protegem a costa da erosão marinha e são também os responsáveis pelo avanço da linha da costa.
  • Com o desenvolvimento industrial, várias zonas húmidas acabaram destruídas para fins de construção de habitações, indústrias ou estradas.

Filme

Tenha acesso a uma filmagem de uma das zonas húmidas existentes em Portugal, através desta hiperligação:

Bibliografia:

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: